• O escritor e teólogo Leonardo Boff recebeu no último sábado (13) o Prêmio Averroes – Pioneiro e Compartilhador em cerimônia realizada no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Muitos admiradores e amigos do homenageado compareceram ao local, que também foi palco para a apresentação do Coro Luther King e do Coral Paulistano Mário de Andrade interpretando trechos da obra The Messiah, de G. F. Haendel, ambos regidos pelo Maestro Martinho Lutero.

    Sérgio Gomes, diretor da Oboré, foi o responsável por iniciar e conduzir a cerimônia. Na sequência, Samir Salman, diretor superintendente do Hospital Premier, deixou seus cumprimentos ao ganhador do Prêmio Averroes 2014.

    O evento continuou com breves falas dos representantes das entidades associadas às homenagens. Entre as pessoas que deixaram suas saudações ao escritor estiveram Carlos Eduardo Pestana de Magalhães, da Comissão da Justiça e Paz, Dalva Yukie Matsumoto, diretora da Academia Nacional de Cuidados Paliativos, José Luís del Roio, ex-senador italiano, Ricardo Carvalho, um dos fundadores da Oboré, Ana Luísa Gomes, diretora da Oboré,  e Maria Goretti Salles Maciel, presidente da Academia Nacional de Cuidados Paliativos.

    Também estiverem presentes a escritora e psicóloga Ecléa Bosi e o jornalista e professor Manuel Carlos Chaparro, ambos vencedores do Prêmio Averroes, respectivamente, em 2011 e 2012.

    Troféu Averroes

    Leonardo Boff recebeu o Troféu Averroes das mãos de Rogério Sottili, secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, e do jornalista Audálio Dantas.  Em seu discurso, Sottili destacou o trabalho de Boff no campo dos direitos humanos nacional e internacional. “São pessoas como Boff que nos inspiram a seguir na luta”, disse o secretário.

    Após a sequência de homenagens, foi a vez do próprio Leonardo Boff deixar sua mensagem aos presentes que encheram o Auditório Ibirapuera. O teólogo falou sobre o filósofo que dá nome ao prêmio e se disse muito feliz com essa escolha. Segundo ele, a continuidade da teologia e filosofia medieval só foi possível por meio de Averroes, que foi um dos maiores sábios dos séculos XIII e XIV.

    Em seguida, Boff elogiou o trabalho realizado pela equipe do Hospital Premier, visitado por ele na sexta-feira, dia 12 de dezembro.  Segundo ele, a cura está no contato das pessoas com as pessoas. No fim do evento, o escritor também deixou uma mensagem sobre a Oboré, leia a seguir.

     

    “A Oboré [flauta Tupi usada para chamar a tribo  dispersa a lutar em legítima defesa] é uma mensagem que é um desafio. É um grito da natureza para todos nos unirmos para salvar a Mãe Terra, que está doente. E quando nos unimos, nós curamos a Terra. Porque não só somos filhas e filhos da Terra, somos a própria Terra que sente, pensa, anda e agora se preocupa com ela. E quando esse grito Oboré avante, nós vamos animar a humanidade para se mobilizar e guardar essa herança sagrada que Deus nos deu”.

     

    Sobre o prêmio

    O Prêmio Averroes enaltece o pioneirismo e a generosidade intelectual. Foi concebido em 2008 pelo ativista e escritor ítalo-brasileiro José Luiz Del Roio. Mas ficou por conta do talento do artista plástico Jaime Prades a materialização de todos os conceitos e objetivos traçados para o troféu: uma premiação anual que reconheça o talento de pesquisadores, professores e profissionais em compartilhar conhecimento, em toda e qualquer área de atuação.

    Já foram homenageados com o Prêmio Averroes o médico Marco Tullio de Assis Figueiredo, pioneiro na implantação dos cuidados paliativos no Brasil (2008); a educadora Ausonia Donato, diretora do Colégio Equipe e pesquisadora da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (2009), Luiz Hildebrando Pereira da Silva, cientista, pesquisador e diretor do Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia (2010), a escritora e psicóloga social Ecléa Bosi (2011), o jornalista, professor e pesquisador Manuel Carlos Chaparro (2012) e o médico bioeticista, pesquisador e professor José Eduardo de Siqueira (2013). Neste ano, o premiado é Leonardo Boff, teólogo brasileiro, escritor, professor universitário e militante dos direitos humanos.

     

    Mais informações sobre a origem do Prêmio Averroes

    Associam-se às homenagens a Leonardo Boff:

    • Academia Nacional de Cuidados Paliativos • Auditório Ibirapuera • Casa da Reconciliação • Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular • Comissão da Verdade do Estado de São Paulo Rubens Paiva / Assembleia Legislativa • Comissão da Verdade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo • Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo • Comissão Municipal da Verdade Vladimir Herzog / Câmara Municipal de São Paulo • Faculdade de Medicina de Itajubá (MG) • Federação dos Professores do Estado de São Paulo – Fepesp • Fundação Theatro Municipal de São Paulo • Instituto Paliar • Instituto Vladimir Herzog • Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação • Itaú Cultural • Memória Magnética Comunicações • OBORÉ • Rede Cultural Luther King • Secretaria Municipal da Cultura • Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania

    Leave a reply

Leave a reply

Photostream