Hospital Premier realiza almoço especial em celebração ao Natal

ALMOÇO-DE-NATAL-UM

Almoço de Natal 2016 no Premier reuniu família, amigos, pacientes e funcionários.
Foto: Ruam Oliveira/OBORÉ

 

Para celebrar a vida e o momento de reflexão, o Hospital Premier realizou almoço de natal na tarde desta sexta-feira, 23 de dezembro, reunindo pacientes, familiares, médicos e funcionários. Este é o quinto ano em que o Premier realiza a atividade.

O almoço é parte de esforços conjuntos de toda a equipe do Premier, na tentativa de fortalecer os laços não só entre familiares e entes queridos, como também entre todas as famílias. Para a Dra. Andreia Brito, fonoaudióloga e diretora do Hospital Premier, este evento é de grande importância no reforço para o que a data representa: “O natal tem um significado que hoje em dia as pessoas esqueceram e só querem ir para o shopping dar presentes (...) O principal do Natal é a reunião com a família, é a união”, disse a Dra.

Um dos pontos destacados pela Dra. Andreia Brito é a mudança de cenário. Segundo ela, sair do ambiente de “quatro paredes do Hospital para um ambiente mais leve e de felicidade” é um estímulo muito importante. Estímulo este apreciado pelos familiares dos pacientes hospedados no Hospital. “Eu estou achando lindo, porque nunca vi um evento em algum lugar como esse (...) Até mesmo a pessoa que está doente se sente bem, [porque] tem uma reunião, tem gente para conversar, e ela está vendo muitas pessoas (...)”, afirma a Dra. Vera Lucia Fiorotte, filha de um dos pacientes do Premier.

 

almoço-premier-natal

 

Os cuidadores também interagiram com os familiares e pacientes na tarde de sexta, 23. 
Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ


premier-natal-hospital

Dra. Marília Othero, coordenadora do Saber MAIS Ensino e Pesquisa e o superintendente do Hospital Premier, Dr. Samir Salman, conversam com um paciente.
Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ

 

Exemplo de Cuidado

A mãe do empresário Hebert Sanchez da Silva está no Premier há 9 anos e, para ele, o evento é também necessário para que seus filhos passem um tempo com a avó e percebam a importância dos cuidados direcionados a ela. “Isso é muito importante para a formação dos meus filhos. Do mesmo jeito que eu trato ela, eles vão me tratar: com carinho e atenção independente da condição que a gente esteja. Porque nós sabemos que um dia iremos envelhecer e se dermos esse exemplo de cuidado para com os nossos pais, também receberemos de nossos filhos. Essa é minha mensagem: independente da condição devemos dar esse carinho”, disse Sanchez.

De acordo com o Dr. Samir Salman, superintendente do Hospital Premier, um dos pontos centrais destes eventos é promover a convivência e, para ele, é por meio deste conceito de convivência que os almoços de natal e outros eventos lúdicos acontecem. Dr. Samir destacou que principalmente as instituições que lidam com pacientes de longa permanência devem estar atentas às atividades “que rompam com o isolamento dos quartos”.  

premier-natalino

 O almoço de natal acontece há cinco anos nas dependências do Hospital Premier

Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ

“O ser humano é muito mais do que um ser biológico ou uma máquina, ele é também espiritual e social. Qualquer atividade que tenha como princípio o cuidar, a solidariedade, é válida. Não precisa ser unicamente no âmbito dos cuidados paliativos”, disse Dr. Samir. “A ideia é, na verdade, poder criar no Hospital um ambiente mais humanizado”, completou.

Tempo em Família

“É uma confraternização importante. Não só com seu ente querido ou parente, mas também ver todos do Hospital, estar com todos juntos. E até mesmo muitos deles que estão nessa rotina hospitalar de medicamentos e sofrimento, a gente consegue transportar todos eles dessa situação para um momento mais familiar. Uma ocasião em que não sejam só os medicamentos e sofrimento que convivem diariamente”, disse Suzane Flores, que esteve acompanhada de sua mãe Cristiane Flores e seu pai, que está hospedado no Premier. “É um dia atípico, um jeito que eles têm para ficar mais alegres num momento de união familiar, que é muito importante”.

suzane-flores-premier

 

Suzane Flores (à esquerda) ao lado de sua mãe e do cuidador de seu pai. 
Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ

Ainda de acordo com o Dr. Samir Salman, os familiares são coparticipantes no cuidar e sua atuação conjunta é de extrema importância, principalmente quando se trata de pacientes em estágios muito complexos. “Estamos falando de processos de muito sofrimento e por melhor que as pessoas sejam cuidadas, não podemos minimizar o fato de que a morte é uma despedida, um rompimento e inexoravelmente uma tristeza”, disse Dr. Samir. Ele aponta que a interação com a família é também uma forma de cuidar.  “Dentro deste ambiente é possível que a gente crie momentos de despedidas, reencontros, de acertos e onde as pessoas tenham tempo de elaborar esta despedida”, disse.

wilson-fabro-premier

 O músico Wilson Fabro (à direita), acompanhado do cantor Giba. Durante o almoço de natal o músico lançou o livro "Afetos Musicais", fruto de seu trabalho com música em projetos de humanização em hospitais e casas de repouso. 

Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ

 

O superintendente aponta que estes eventos também o estimulam a estar sempre em reflexão e atento às possibilidades de construção de ambientes que sejam cada vez melhores para os pacientes. “Isso requer muita atenção, vontade e disponibilidade. Essa festa só foi possível por conta do envolvimento de auxiliares de enfermagem, médicos, técnicos... Houve um envolvimento muito forte de um grupo muito grande de pessoas”, finalizou. 

cr grupomais