Hospital Premier abre inscrições para Prêmio Ecléa Bosi - Enlace de Gerações

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Ecléa Bosi - Enlace de Gerações. Até o dia 10 de agosto de 2018, jovens de 12 a 18 anos poderão enviar seus vídeos e concorrer ao prêmio de R$1 mil (um mil reais) e uma vivência cultural em São Paulo.

O Prêmio pretende homenagear a psicóloga paulistana Ecléa Bosi e disseminar sua obra política, científica e cultural aos mais jovens. A iniciativa busca apresentar a crianças e adolescentes seu legado de respeito aos idosos e empenho pela construção de uma sociedade livre, justa e igualitária.

Para trazer à tona estes objetivos, o prêmio convida jovens a produzir vídeos sobre dois temas: histórias de vida e mobilidade de idosos na cidade, de modo a estimular a reflexão e a difusão das demandas dos idosos em nossa sociedade – um dos principais legados de Ecléa Bosi.

 

INSCREVA-SE CLICANDO AQUI

 

O prêmio é uma iniciativa do Hospital Premier, realizado no âmbito do IV Congresso sobre Envelhecimento Ativo, que tem como tema Envelhecimento, Trabalho e Inclusão Social: Desafios e perspectivas, e integra as atividades do Ano de Valorização e Defesa dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa, instituído pelo Congresso Nacional. O prêmio é realizado em parceria com o gabinete do vereador Gilberto Natalini, com a OBORÉ e a Entremeios. 

No dia 14 de setembro serão divulgados os 10 vídeos finalistas e no dia 15 de setembro serão definidos os três vídeos vencedores. O prêmio será entregue durante o IV Congresso sobre Envelhecimento Ativo, em 22/09.

 

Sobre Ecléa Bosi

Ecléa Bosi foi professora emérita na faculdade de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP). Ao longo da carreira, dedicou-se a estudar, ensinar e publicar livros sobre assuntos diversos, como memória, cultura popular, mulheres trabalhadoras e velhice.

Na infância, costumava ir a pé de casa até a escola, num trajeto que levava mais de uma hora, para economizar dinheiro para comprar livros. No caminho, ia conhecendo os personagens e realidades de São Paulo.

Livros, histórias de vida e um genuíno interesse pelos excluídos foram coisas que levou pela vida afora.

Ficou conhecida por escrever de forma poética e abrir espaço na universidade para a tradição oral e para figuras que não costumavam aparecer nas pesquisas e publicações acadêmicas – como os idosos.

Seu livro Memória e Sociedade: Lembranças de Velhos é considerado um marco da psicologia social no Brasil. Nele, recolhe e analisa depoimentos de oito moradores de São Paulo com mais de 70 anos.

Ecléa foi a idealizadora do programa Universidade Aberta à Terceira Idade, que desde 1994 abre vagas para idosos nos cursos de graduação da USP, proporcionando não só o desenvolvimento pessoal de maiores de 60 anos, como também a convivência entre diferentes gerações.

 

 

 

Para mais informações acesse:

www.premioecleabosi.com.br

 

 

cr grupomais